A evolução das marcas pelo exemplo da Rede Globo

nova-marca-rede-globo

Tudo mais simples. Se tem uma palavra que expressa bem o novo conceito da tão falada nova marca da Rede Globo é justamente “simplicidade”. O logotipo retrabalhado pelo designer Hans Donner deixa isso muito claro. Fora o rebuscado efeito metálico e viva a pureza do branco!

A novidade foi apresentada na festa de lançamento da programação 2014 da emissora, realizada na noite de quarta-feira (02/04) em São Paulo. Segundo o Diretor Geral, Carlos Henrique Schroder:

“A renovação é uma característica da Globo. A empresa vem evoluindo e encontrando maneiras sempre inovadoras de reforçar seu compromisso com o público e sua vocação de informar, divertir e contribuir para a educação. Estamos todos mobilizados para preparar a TV para o futuro e a nova logo retrata bem a nossa inquietação”.

Já de acordo com o comunicado sobre a mudança, “o símbolo ficou branco, com traços limpos, cores vivas e em movimento, com o objetivo de representar uma empresa em sintonia com a sociedade e com o seu tempo“.

Para Hans Donner, “o branco é a soma de todas as cores e a que melhor representa uma emissora de televisão que busca o tempo todo mostrar o Brasil e a sua diversidade“. Essa é a 10ª intervenção no logotipo desde a criação da Globo, em 1965. A última atualização havia sido feita em 2008.

Evolução do logotipo da Globo (1965-2014) por vinnysacramento no Videolog.tv.

Marcas para seu tempo

marcas-definicao-evolucao

Pois é, as marcas não evoluem por acaso ou aleatoriamente. Para se manterem relevantes no mercado elas buscam refletir conceitos, estéticas e promessas adequadas ao seu tempo, o qual abrange necessidades, linguagens e desejos próprios, frutos de um novo contexto social, econômico, político, artístico e tecnológico.

Em outras palavras, para continuarem vivas, as marcas precisam se esforçar constantemente para falar a língua da sociedade, que está sempre em mutação.

No caso da Rede Globo, apesar do árduo trabalho para se manter na liderança da audiência  seja com novos investimentos em sua teledramaturgia, seja com qualquer outro esforço para otimizar seus conteúdos -, a emissora foi ficando com uma imagem defasada que, embora ainda desfrutasse de certo prestígio, já não apresentava mais novidades para o público que já havia se renovado.

Bom, demorou um pouco, mas a empresa se movimentou, aproveitando para anunciar recentemente mudanças em todas as áreas (pelo menos as mais visíveis). Até as aberturas de programas clássicos como a Sessão da Tarde ganhou nova roupagem, além das aplicações do logo em Flat Design, que demonstram bem a valorização de valores mais minimalistas, claros e modernos.

globo-flat-design-meu-pedacinho-chao

Fonte: Youtube.

globo-flat-design-tempo-vento

Fonte: Geek Publicitário.

globo-flat-design-alem-horizonte

Fonte: Youtube.

Mas o que é marca?

É interessante destacar que quando se fala em “marca” não se refere única e exclusivamente ao logotipo, que é apenas um dos elementos que a compõe. Essa pode ser uma confusão comum por parte de quem está começando a adentrar no tema.

Para David Ogilvy:

“Uma Marca é a soma intangível dos atributos de um produto: o seu nome, embalagem e preço; a sua história, reputação e a maneira pela qual é comunicada. É ainda definida pelas impressões e experiências de quem as usa”.

Já nas palavras de Philip Kotler, marca é:

“Nome, termo, signo ou símbolo, ou uma combinação destes que tem a função de identificar os bens ou serviços de um vendedor ou grupo de vendedores e de diferenciá-los dos concorrentes“.

Enfim, são várias as definições. O importante é saber trabalhar a marca da sua empresa de maneira global (sem trocadilhos) a fim de que ela se torne cada vez mais relevante e única – está dada a largada!

Fontes e referências: G1, Comunicadores.info, Observatório da Televisão, CEDET, MarkCommons, Vitamina.

Categoria: Logotipo

2 respostas a A evolução das marcas pelo exemplo da Rede Globo

  1. Igor Ferreira disse:

    Sinceramente? odiei esse novo logo da Globo, esperava mais! esse branco leitoso ficou uma coisa muito estranha, sem falar no arco-íris as cores podiam ser muito mais pasterizadas ou coisa do tipo, já que é pra fazer algo ”Flat” :S minha opnião.

  2. Guilherme disse:

    O Vídeo ficou muito lindo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *