6 motivos que fazem do flat desing uma forte tendência

motivos-tendencia-flat-design

No post anterior você pôde compreender como seguir a tendência do Flat Design e ver 8 características desse estilo tão alta.

Acreditando que esse é um assunto bem interessante, vamos continuar falando sobre o design plano” e explicando de onde vem todo esse sucesso. Além de compreender os motivos que o legitimam em uma realidade de informações e apelos nada clean, você vai poder entender seu conceito geral ainda melhor. Vamos lá?

O Flat Design é tendência por que…

site-nubium-flat-design

Flat Desing no site desenvolvido para a Nubium Data Center. 

1. O mundo pede simplicidade: Trabalho, casa, amigos. Relacionamentos presenciais e virtuais. Tempo sempre escasso. Excesso de informações, bombardeamento publicitário, botões e comandos por todos os lados. Conteúdos sem fim! Mídias que se misturam e invadem nosso dia a dia. Novas tecnologias, recursos e aparelhos que surgem rapidamente e exigem constante adaptação. Diferentes telas para gerenciar, diferentes conceitos para assimilar. Vivemos no mundo da praticidade, mas também dos excessos que consomem nossa sanidade mental, física e espiritual. É por isso que soluções focadas na simplicidade têm se destacado. Elas vão na contramão do que geralmente experienciamos nesses tempos malucos e urgentes, representando um bem-vindo alívio cognitivo. Menos apelos, menos confusão visual e mais funcionalidade e objetividade, são essas as contribuições do estilo flat para a nossa relação com as variadas interfaces que nos rodeiam.

2. Convivemos com telas pequenas: A alma desse tipo de design está na linguagem gráfica empregada nos dispositivos móveis, onde os espaços na tela são bastante estreitos. Já tendo absorvido tablets e smartphones como componentes de nosso estilo de vida, nos acostumamos com os ícones e comandos simplificados, essenciais para a usabilidade desses aparelhos, o que possibilitou a extensão do estilo flat para outros meios, mídias e suportes.

3. Funcionalidade é primordial: Hoje é necessário se comunicar em diferentes plataformas com diferentes formatos. Por isso, contar com soluções capazes de se adaptar facilmente a todos eles é o caminho. Saindo das interfaces dos celulares e sendo empregado em outras telas, o design plano provou sua versatilidade funcional, tanto ao que diz respeito ao seu redimensionamento e reaproveitamento gráfico, quanto ao que se refere à sua capacidade de indicar funções com objetividade e operacionalidade, e tudo isso sem perder o charme, claro.

4. Menos estímulos são bem-vindos: Constantemente bombardeados pelo excesso de informações, aprendemos a aprimorar a tal da atenção seletiva. Fugindo da confusão visual e da indigerível quantidade de conteúdos, passamos então a valorizar apelos estéticos menos invasivos, mais fáceis de compreender e que proporcionam menos esforço cognitivo. Exigindo pouco da visão e do cérebro, a proposta flat para interfaces logo atrai e agrada, sendo ainda de rápida memorização.

5. Minimalismo é cool: Expressar uma ideia com poucos recursos ou formas, sem dúvida, é um desafio. Mas quando isso é conquistado o resultado pode ser muito criativo e divertido, ainda mais em uma realidade que pede por soluções visuais claras e “limpas”. Pois bem, o Flat Design atende plenamente essa possibilidade.

6. Grandes marcas adotaram o estilo: Como já é sabido, seu boom veio com o lançamento do Windows 8, que apresentou uma nova proposta clean para interfaces, a qual logo conquistou os usuários. “Patrocinadora” de outro estilo, o Skeuomorphism, voltado a representações realistas, a própria Apple tem tornado seus ícones menos rebuscados e mais planos. Outras empresas também seguem a tendência.

apple-skeuomorphism-flat-design

E então, pronto para navegar nessa onda? Apenas esteja certo que esse é o estilo certo para o seu projeto, afinal, ele deve ser funcional, acima de tudo.

0
Categoria: Design e Criatividade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *