5 estratégias para lidar com o showrooming no varejo

Como prometido há alguns posts, vamos falar um pouco mais sobre o fenômeno que tem tirado o sono de quem atua no Varejo: o Showrooming.

estrategias-show-rooming

Caracterizada pelo comportamento do consumidor que agora vai até às lojas físicas fazer suas pesquisas e provar produtos para acabar comprando online, essa é uma tendência típica dos tempos atuais, nos quais aparelhos como smartphones e tablets criaram mais facilidades e oportunidades para a aquisição de bens e serviços.

É um cenário desafiador para os varejistas físicos? Sem dúvida, mas não é o fim, pelo menos não para aqueles que entenderem o momento e conseguirem se posicionar de modo propício às novas possibilidades.

Pesquisas sobre a preferência do consumidor em comprar em loja física ou virtual mostram que são vários os fatores que influenciam sua escolha. Porém, que fique claro que o fator mais importante ainda é o preço. Nosso querido consumidor faz sim questão de comprar de maneira mais prática e, sobretudo, mais barata.

Como competir com a internet

A internet oferece milhões de canais de venda, uma variedade incrível de preços e ainda muita facilidade para pesquisar e receber o pedido em casa. Como competir com isso?

Não dá mais para ignorar essa realidade, nem ficar alheio ao Showrooming. Então, vamos considerar aqui algumas dicas de estratégias para lidar com ele, transformando-o em uma arma competitiva, não em uma barreira:

1. Tenha uma loja virtual: Seus concorrentes estão na internet? Oras, esteja lá também, mas se assegure de desenvolver um bom Marketing Digital para ter uma presença online relevante, bem-indexada e ativa. Divulgue na loja física a existência da Loja Virtual e ofereça ali algumas promoções especiais, alguns preços diferenciados. Se o consumidor escolher comprar online, pelo menos vai ser dentro do seu negócio;

2. Integre as duas pontas: Mais do que estar também na internet, fortaleça os laços entre o virtual e o físico. Monte na loja um balcão ou quiosque onde os clientes possam retirar um produto comprado pelo site, fazer o pagamento do mesmo e até trocá-lo se for necessário. Divulgue essa possibilidade! Crie também programas de fidelidade que unam as duas pontas, como: “comprando agora na loja online você ganha X% de desconto na loja física!” (ou vice versa);

3. Monitore a concorrência: Seja on ou offline, esteja ligado no que seus concorrentes estão vendendo, em quais as condições e diferenciais que oferecem. Para sair na frente, seja criativo, sempre pensando na experiência do cliente, sobretudo, em sua comodidade;

4. Produtos exclusivos: Então ok, na internet o consumidor pode pesquisar e encontrar facilmente os produtos oferecidos na concorrência. Mas, e se o que você oferecer for algo exclusivo, próprio da sua marca? Além de encontrá-lo na loja física, o consumidor só poderá adquiri-lo por meio de sua Loja Virtual;

5. Vendedores especialistas: Boas informações, além de um atendimento de primeira, fazem toda a diferença. Por isso, transforme seus vendedores em verdadeiros especialistas, tanto no trato do cliente quanto nos produtos vendidos. Se eles forem simpáticos, prestativos e capazes de demonstrar conteúdo, respostas seguras e completas acerca do está sendo oferecido, então, provavelmente, serão capazes de persuadir e conquistar o cliente na loja física – ou mesmo na virtual, se você disponibilizar um meio de contato em tempo real de atendimento.

Pense nessas possibilidades, crie outras, reinvente sua maneira de fazer negócios no Varejo e transforme-se em uma referência em seu segmento!

0
Categoria: Marketing Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *